Relpa

O capoto resolve problemas de humidade (infiltração e condensação)
Table of Contents

O capoto resolve problemas de condensação devido à proteção térmica que confere aos edifícios e, por consequência, evita também infiltrações.

Isto significa que se as humidades forem provocadas tanto por condensações como por infiltrações, o capoto pode ser uma solução eficaz. No entanto, se não tiver condensações e tiver apenas infiltrações, o capoto pode não ser a melhor solução, pois poderão existir outras formas eficazes e mais económicas de resolver o problema.

Portanto, a resposta à pergunta “o capoto resolve problemas de humidade” é sim, resolve, mas pode não ser a melhor solução. Depende da origem da humidade e de outros fatores que vamos discutir de seguida.

 

Vantagens do capoto

Algumas vantagens do capoto incluem:

 

  • Redução de pontes térmicas: O capoto cobre toda a superfície externa do edifício, eliminando as pontes térmicas (zonas onde há perda de calor) que são comuns em sistemas de isolamento internos. Ao eliminar as pontes térmicas, o capoto também reduz o risco de condensação interna, prevenindo problemas de humidade e bolor;
  • Eficiência energética: Ao reduzir a transferência de calor entre o interior e o exterior, o capoto contribui para a diminuição das necessidades de aquecimento no inverno e de arrefecimento no verão, resultando em economias significativas nas contas de energia;
  • Conforto térmico: O capoto ajuda a manter uma temperatura interior mais estável e confortável ao longo do ano, evitando flutuações extremas de calor ou frio.
  • Proteção da estrutura do edifício: Ao proteger a estrutura do edifício, o capoto pode prolongar a vida útil das paredes e reduzir a necessidade de manutenção e reparações;
  • Valorização do imóvel: A aplicação de capoto pode aumentar o valor do imóvel, tornando-o mais atraente para potenciais compradores ou inquilinos;
  • Isolamento acústico: Além das vantagens térmicas, o capoto também oferece benefícios de isolamento acústico, reduzindo a transmissão de ruídos externos para o interior do edifício.
 

Desvantagens do capoto

Embora o capoto ofereça muitas vantagens, também apresenta algumas desvantagens que devem ser consideradas antes da sua aplicação. Aqui estão algumas das principais desvantagens do capoto:

  • A instalação do capoto pode ser cara, especialmente em comparação com outros métodos de isolamento, como por exemplo o Reboco Armado. Dependendo da estrutura do imóvel, pode não compensar colocar capoto. Por exemplo, se a fachada tiver muitas janelas, pode ser um desperdício incorrer num investimento desta dimensão, tendo em conta que as áreas envidraçadas não beneficiam do isolamento proporcionado pelo capoto, resultando numa redução da eficácia e retorno do investimento.
  • Complexidade: A superfície externa do edifício precisa de ser bem preparada antes da aplicação do capoto, o que pode incluir a reparação de fissuras e a limpeza das paredes.  Além disso, a colocação de capoto à volta das janelas pode aumentar a complexidade e o custo da obra, uma vez que envolve mexer nas caixilharias.
  • Problemas de condensação provocados pela má aplicação do capoto: Se o capoto não for instalado corretamente, pode haver problemas de condensação interna, o que pode levar à criação de bolores e deterioração dos materiais internos.
  • Potenciais problemas com climas extremos: Apesar de não ser o caso de Portugal, em climas extremamente quentes ou frios, o desempenho do capoto pode ser comprometido se não forem utilizados materiais adequados ou se a instalação não for feita corretamente.
  • Compatibilidade com Materiais Existentes: Nem todos os tipos de materiais de construção são compatíveis com o capoto, o que pode limitar a sua utilização.
 

Qual é a espessura ideal do capoto?

A espessura ideal do Capoto depende de vários fatores, incluindo o clima local, as características da parede existente e os requisitos de eficiência energética. Em geral, recomenda-se uma espessura mínima de 5 cm para garantir um desempenho térmico eficaz. No entanto, em áreas com climas mais extremos ou onde a eficiência energética é uma prioridade, espessuras maiores podem ser necessárias.

Em Portugal o clima não exige uma espessura muito grande. Entre 4 e 6 cm é o mais frequente.

 

Capoto ou isolamento com parede dupla?

Tanto o capoto como o isolamento com parede dupla são opções válidas para melhorar o desempenho térmico de um edifício e reduzir problemas de humidade e condensação. A escolha entre os dois métodos depende das características específicas do edifício, incluindo o tipo de parede existente, o orçamento disponível e as preferências estéticas do proprietário.

O capoto é uma solução mais adequada para paredes existentes que não podem ser facilmente modificadas, enquanto o isolamento com parede dupla pode ser preferível em novas construções ou reformas onde há flexibilidade para incorporar camadas adicionais de isolamento.

Não esquecer que a parede dupla reduz o espaço útil interno do edifício, o que pode ser um problema em construções com áreas limitadas.

 

Como acabar com a humidade por condensação?

Além de utilizar sistemas de isolamento térmico como o capoto, existem várias medidas que podem ser tomadas para eliminar a humidade por condensação num edifício:

Ventilação Adequada

Garantir uma boa ventilação em todas as áreas da casa ajuda a reduzir a acumulação de humidade no ar.

 

Controlo da Humidade

Utilizar desumidificadores ou sistemas de ventilação controlada por humidade pode ajudar a manter os níveis de humidade internos dentro de limites aceitáveis.

 

Isolamento Térmico

Além do Capoto, garantir que todas as superfícies frias estejam adequadamente isoladas pode ajudar a prevenir a formação de condensação.

 

Identificação e Reparação de Pontos Frios

Identificar e corrigir áreas onde a condensação é mais provável, como cantos frios ou superfícies mal isoladas.

Em suma, o capoto pode ser uma solução eficaz para problemas de humidade, proporcionando uma barreira térmica contínua e protegendo a parede contra a penetração de água. No entanto, é importante considerar cuidadosamente as vantagens e desvantagens do sistema, bem como tomar medidas adicionais para garantir um ambiente interno saudável e confortável.

Para uma avaliação profissional independente, envie-nos uma mensagem através do formulário na nossa página de contactos, ou através dos contactos: pfernandes@relpa.pt / 968 513 973

Artigos relacionados