Humidade por Condensação

Saiba o que é e o que fazer.

A humidade por condensação diz respeito a um fenómeno natural que se refere à passagem do estado físico do vapor de água para o estado líquido.

Quando, num espaço fechado, o ar que se encontra saturado de humidade entrar em contacto com superfícies mais frias, vai condensar formando pequenas gotas de água.

humidades por condensação demonstradas por registo termográfico
condensações demonstrados através de registo termográfico

O que provoca a condensação?

Na origem da condensação está sempre o contacto do vapor de água que existe num ambiente saturado, com superfícies mais frias. Tal acontece mais frequentemente em ambientes com fraca ventilação, onde as temperaturas exteriores são muito inferiores às dos espaços.

No entanto, outros aspetos como o isolamento térmico deficiente ou certos tipos de caixilharias podem também explicar o fenómeno da condensação.

Assim, podemos considerar que as principais causas da condensação nas casas são:

  • Atividades domésticas diárias tão básicas como respirar, tomar banho, cozinhar, lavar e secar roupa, etc;
  • Falta de ventilação ou ventilação insuficiente;
  • Acumulação de vapor de água no ambiente;
  • Maus isolamentos das fachadas e coberturas;
  • Caixilharias antigas.

 

Consequências da humidade por condensação

A humidade por condensação tem consequências nefastas tanto para a saúde de quem se encontra num espaço afetado por este problema, como para o próprio imóvel, para a sua estrutura e para a sua durabilidade.

consequências da humidade por condensação para a saúde

Para a saúde

A humidade por condensação contribui para a má qualidade do ar ao suscitar o aparecimento de fungos, bactérias e ácaros. Estes microrganismos são conhecidos por causarem problemas de saúde graves, principalmente em crianças e idosos.

Assim, quem passa muito tempo num ambiente com humidade por condensação está mais sujeito a desenvolver doenças como asma, sinusite, alergias do foro respiratório, cefaleias, entre outras complicações de saúde.

consequências da humidade por condensação para o imóvel

Para o imóvel

A humidade por condensação também causa dano no espaço onde ela exista, danificando não só a aparência de objetos e materiais, como fragilizando a estrutura das construções. Assim, algumas das consequências deste problema para o imóvel são:

  • Manchas negras nas paredes e tetos;
  • Vidros embaciados e paredes a escorrer água;
  • Papel de parede e gesso a descolar;
  • Cheiro a mofo;
  • Roupa húmida e com bolor;
  • Objetos danificados e Madeiras destruídas;
  • Oxidação de metais;
  • Avarias de equipamentos elétricos;
  • Aumento considerável das despesas de energia, devido à necessidade de usar mais o aquecimento;
  • Degradação estética do imóvel e a sua consequente desvalorização.

O que fazer em caso de humidade por condensação?

Como explicámos, a humidade por condensação surge quando o vapor de água que existe no ambiente entra em contacto com superfícies mais frias. Quando a humidade relativa é superior a 75%-80%, os microrganismos proliferam e dão origem a manchas de bolor.

Para evitar estas situações, deve proceder-se à proteção térmica da habitação, intervindo para isso no seu exterior.

Normalmente, a solução passa pela proteção das fachadas (por exemplo, recorrendo à aplicação de capoto), da cobertura (por exemplo, usando o painel sandwich) e pela substituição das caixilharias (por exemplo, optando pelas que oferecem rutura térmica). No entanto, o ideal será entender a origem e localização exata das humidades e encontrar uma solução adequada ao seu caso particular.

Para uma deteção precisa de humidades por condensação, bem como orientação profissional na resolução do problema, por favor entre em contacto connosco, através do 968 513 973, do email pfernandes@relpa.pt ou do formulário no final da página.

Perguntas Frequentes

A opção mais “fácil” é colocar janelas mais eficientes com rutura térmica. Caso essa não seja uma opção viável, pode sempre proceder à ventilação do espaço (o arejamento por si só não é suficiente), ao aquecimento do espaço ou à utilização de um desumidificador, de forma a baixar os níveis de humidade interior.

Idealmente, deve proceder à reabilitação da cobertura, de modo a que esta detenha proteção térmica, nomeadamente recorrendo ao painel sandwich. Como medida compensatória, pode ainda colocar um teto falso com uma lã mineral, como a lã de rocha. Por fim, deve ainda optar por aplicar um esquema de tinta antifúngico.

Especialistas em Humidades por Condensação

Eng. Paulo Fernandes

Responsável

Eng. Paulo Fernandes

Perito Averiguador em danos reais

SPP – Sociedade Profissional de Peritagem | CNPR – Câmara Nacional de Peritos Reguladores

Experiência profissional

  • Diretor de Construção da DBR – Construção e Engenharia
  • Consultor de Projeto na Topwork – Soluções de Engenharia
  • Diretor Comercial de de Planeamento na Fibnet
  • Gestor de Projeto na Philips Portuguesa
  • Diretor de Construção da DBR – Construção e Engenharia
  • Consultor de Projeto na Topwork – Soluções de Engenharia

Formação profissional

  • Perito Averiguador em Danos Reais
  • Projetista de Térmica – Certificação energética

Sobre a RELPA

Fundada em 2016 pelo Eng. Paulo Fernandes, em Braga, a RELPA é uma empresa especializada em inspeção técnica e diagnóstico de patologias em habitações e edifícios.

A RELPA realiza vistorias detalhadas para identificar e analisar problemas como infiltrações, condensações, origem da humidade, fissuras e outros danos estruturais, e propõe as respectivas medidas corretivas.

Começou inicialmente como sendo uma empresa especializada em Relatórios Técnicos de Patologias a Edifícios, tendo, mais tarde, expandido a sua área de atuação para Diagnósticos Habitacionais, proporcionando aos seus clientes uma noção clara do estado de conservação da habitação que pretende comprar, quer a nível estrutural, quer a nível das infraestruturas, como eletricidade, canalização e gás.

Para além do diagnóstico de patologias a habitações e edifícios, a RELPA faz também inspeções preventivas em edifícios próximos de obras, visando evitar disputas causadas por danos. Essas inspeções abrangem áreas como interior de frações, varandas, fachadas, coberturas, garagens e zonas comuns. Após o levantamento das patologias existentes, é fornecido um relatório detalhado a ambas as partes.

A RELPA utiliza métodos não destrutivos, como inspeção visual e termografia, para obter resultados precisos.

A equipa técnica da RELPA possui formação específica e vários anos de experiência nas suas áreas de intervenção, e dispõe de equipamento de ponta, que, em conjunto, garantem um serviço de excelência.

Entre em contacto connosco


    Área abrangida: Portugal Continental